Johnny Chi: 5 caminhos para um crescimento sustentável

Chairman Johnny Chi fornece 5 caminhos para o crescimento sustentável em seu artigo publicado pelo Fórum Econômico Mundial.

Jornalistas, políticos e cidadãos comuns discutem o "sonho chinês". Para Johnny Chi, Chairman da COFCO International, esse sonho nos observa rompendo os elos entre aumento da renda, produção e degradação do meio ambiente. Chi nos fornece seus cinco caminhos para o crescimento sustentável neste artigo publicado pelo Fórum Econômico Mundial.

5 lições da China sobre como impulsionar o crescimento sustentável

Por Johnny Chi, Chairman da COFCO International

Johnny Chi, Chairman da COFCO International
Johnny Chi, Chairman da COFCO International

Jornalistas, políticos e cidadãos comuns passaram bastante tempo discutindo o 'sonho chinês' nos últimos anos. Esta é a nossa visão da jornada da China no futuro.

Acredito que o sonho chinês nos verá romper o vínculo entre renda crescente, aumento da produção e degradação do meio ambiente. Nossos negócios devem continuar a crescer, assim como nossas cidades, terras agrícolas e ecossistemas inteiros se tornam mais verdes e sustentáveis.

A criação de riqueza a longo prazo deve andar de mãos dadas com a sustentabilidade. No início deste ano, Lyu Jun, presidente da COFCO Corporation, descreveu como o argumento comercial para a produção sustentável está atrasado em relação ao moral. Desde que seu artigo foi publicado como parte do encontro do Fórum Econômico Mundial de 2019, temos demonstrado ativamente o valor comercial da sustentabilidade.

Em julho, a COFCO fez uma parceria com um consórcio de 21 bancos para projetar um empréstimo de US$ 2,3 bilhões. Em sua vigência, pagamos uma taxa de juros mais baixa se cumprirmos uma série de metas anuais em sustentabilidade. Os valores economizados serão reinvestidos em iniciativas que aumentem ainda mais nosso desempenho sustentável. Sustentabilidade gera dinheiro.

Este empréstimo demonstra algumas das chaves para o crescimento sustentável. Aqui estão cinco deles:

1. O financiamento está emergindo como um importante impulsionador da sustentabilidade

As políticas públicas e as preferências do consumidor certamente podem mudar o comportamento das empresas, como demonstraram as tarifas sobre a soja. E a maioria das empresas voltadas para o consumidor está se adaptando às preferências de seus clientes para oferecer mais sustentabilidade.

Contudo, vejo um papel ainda mais interessante para os bancos, cuja influência é imensa. O setor financeiro está mudando rapidamente em direção à sustentabilidade, à medida que os meios para redução de riscos e melhor desempenho financeiro se tornam claros. No primeiro semestre deste ano, a emissão de empréstimos vinculados à sustentabilidade saltou 63% para US$ 44 bilhões, o mesmo que foi registrado em todo o ano de 2018. O dinheiro fala.

2. Inovação será parte de qualquer solução

Enquanto o setor público tem recursos limitados de financiamento, o investimento e a capacidade do setor privado pode desempenhar um papel instrumental no alcance dos objetivos para a agricultura sustentável. Todavia, os níveis atuais não são suficientes para enfrentar os desafios globais de segurança alimentar no longo prazo. Os investidores privados continuam relutantes em investir em agricultura sustentável por conta de incertezas e riscos elevados. Além disso, os modelos convencionais de financiamento têm seus limites, especialmente nos países em desenvolvimento, de onde virá a maior parte do crescimento da demanda e produção de alimentos.

Precisamos de financiamentos mais inovadores, nas quais os setores público e privado possam trabalhar juntos para criar o cenário político e de investimento necessário para o financiamento privado na agricultura sustentável.

Devemos olhar para o setor de energia renovável para colher novas ideias, onde as parcerias público-privadas (PPPs) entreguem mecanismos bem-sucedidos para reunir financiamento público e privado, além da mitigação de riscos.

As pessoas podem não gostar de mudanças, mas gostam de inovação. As pessoas não gostam de desistir, mas gostam de ter novas opções. Inovação é a resposta. É essencial mudar.

3. O sucesso depende de colaboração. Trazer as pessoas à bordo é essencial

Identificar uma solução é muito mais fácil do que implementá-la. Em teoria, todos querem um sistema alimentar mais sustentável. Mas nem todo mundo quer ou está apto a pagar o preço. É por isso que a mudança sustentável exige que incorporemos todas as partes envolvidas. Para desenvolver uma cadeia alimentar sustentável, agricultores e produtores vão precisar de mais incentivos.

O grande projeto Grain for Green, da China, ofereceu grãos, impostos e outros incentivos para que os agricultores protegessem suas encostas florestais em vez de desmatá-las. E o agronegócio será prudente em adotar o mesmo princípio. A agricultura sustentável só será possível se os agricultores estiverem à bordo.

4. A China é séria sobre Sustentabilidade

O Presidente Xi Jinping tem sido firme com a necessidade de políticas verdes "para proteger o lar comum em que vivemos". Sua posição também é firme com a história recente da China, que nos ensina que apenas a agricultura sustentável pode oferecer segurança alimentar em níveis significativos.

Entre 1978 e 2015, a China investiu um total de US$ 378,5 bilhões em 16 grandes programas de sustentabilidade, a maior parte nos últimos 20 anos. A estratégia envolveu mais de 500 milhões de pessoas e excede, em muito, qualquer outro programa nacional de sustentabilidade. Do ponto de vista comercial da sustentabilidade, a China está agora na vanguarda da tecnologia solar, transportes de baixo carbono, economia circular, comércio de carbono e muito mais. Nós levamos sustentabilidade a sério.

5. O sucesso exige soluções em escala e a China está bem posicionada para entregá-las

A urgência de nossas crises de biodiversidade e clima sinalizam que precisamos ter soluções prontas para o momento. E essas soluções precisam ser alcançadas em escala.

O empréstimo vinculado à sustentabilidade mencionado acima não é o primeiro no setor de comércio agrícola, mas é o maior até o momento. Isso demonstra nossa intenção de dar as mãos a outras pessoas em nossa área e contribuir para o crescimento sustentável no setor agrícola global. Isso faz parte do Sonho Chinês.

You might also like